domingo, 10 de fevereiro de 2013

Sabedoria humana, sabedoria de Deus

1ª Coríntios 1.18 -21 – Pois a mensagem de cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos salvos, é o poder de Deus. 19 Pois está escrito: “Destruirei a sabedoria dos sábios e rejeitarei a inteligência dos inteligentes”. 20 Onde está o sábio? Onde está o erudito? Onde está o questionador desta era? Acaso não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? 21 Visto que, na sabedoria de Deus o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que creem por meio da loucura da pregação. 


QUANDO lemos 1ª. Coríntios à luz da Nova Versão Internacional encontramos um intertítulo para este texto bíblico: Cristo, Sabedoria e Poder de Deus.  Alguns fatores neste texto nos chamam atenção. 1º)  - A 1ª Carta aos Corintios é uma das mais racionais de todas as escritas pelo apóstolo Paulo. Nesta carta ele toca em problemas profundos dando caminhos para a solução baseados no ponto de vista de Deus. 2º ) – Paulo enfatiza com veemência a sabedoria e o poder de Deus. Somente nos 4 primeiros capítulos de 1ª Coríntios a palavra “sábio” aparece aproximadamente 27 vezes, demonstrando a preocupação do apóstolo em evidenciar a capacidade intelectual de Deus a um povo altamente intelectualizado, porém se apenas “ouvirmos” e não fizermos este texto “eficaz” em nossas vidas teremos um verdadeiro “nó” em nosso entendimento logo no início: “Pois a mensagem da cruz é LOUCURA para os que estão perecendo, mas para nós que estamos salvos, é o poder Deus” – 1ª. Coríntios 1.18 Como assim? – Muitas pessoas não compreendem o porquê das nossas atitudes de fé. Recentemente vimos um acalorado debate entre o conhecido Pr. Silas Malafaia e a jornalista Marília Gabriela. Para os pagãos entre eles a própria entrevistadora, Silas Malafaia é louco e ela racional, mas para nós espirituais fica evidente a loucura da entrevistadora e a racionalidade do Pr. Silas, “Pois está escrito: “Destruirei a sabedoria dos sábios e rejeitarei a inteligência dos inteligentes1ª. Coríntios 1.19 – Paulo novamente está falando de um outro tipo de sabedoria mais bem explicada em 1ª. Corintios 2.6Entretanto, falamos de sabedoria entre os que já tem maturidade, mas não da sabedoria desta era ou dos poderosos desta era, que estão sendo reduzidos a nada” – O que você acha? Como ficou a situação de Marília Gabriela nesta entrevista? – É isto, Paulo ensina que a palavra se confirma pela sua autoridade, e vemos esta confirmação quando percebemos a sua tentativa em evitar o debate intelectual e filosófico na igreja de Corintos – “irmãos, em nome do nosso Senhor Jesus Cristo – suplico – a todos vocês que concordem uns com os outros no que falam...” – 1ª. Corintios 1.10. O debate racional, filosófico jamais vai atingir o nível de “maturidade” necessário para compreender as coisas de Deus, “Onde está o sábio? Onde está o erudito? Onde está o questionador desta era? Acaso não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?”1ª Corintios 1.20. Enfim, a sabedoria humana é uma boa muleta para o complemento da obra de Deus, porém o conhecimento filosófico e intelectual jamais vai competir com a loucura racional dos chamados para Cristo. Paulo ,muito prudentemente, está provando isto na igreja de Corinto, e o pr. Silas Malafaia, mantidas as devidas proporções, comprovou esta passagem. Nós precisamos estar convictos da nossa capacidade de ir além da compreensão natural das coisas de Deus. Não se pode tentar racionalizar a presença de Deus nem tampouco as suas manifestações. A igreja pentecostal pode até exagerar em determinados momentos, pela falta da natureza espiritual, em relação ao comportamento teatral visto muitas vezes, porém esta é uma exceção à regra “Visto que, na sabedoria de Deus o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que creem por meio da loucura da pregação” – 1ª. Corintios 1.21 – E você? Como anda o seu nível de loucura? (Entenda-se nível de espiritualidade) – Hoje é uma boa oportunidade para você abrir seu coração para Deus, deixar de lado todo pensamento capaz de bloquear o seu relacionamento com Deus e a sua comunhão com a igreja. Quando jovem havia um conjunto musical (não cristão) que fez muito sucesso com uma música chamada “NÃO SE REPRIMA”. Se os descrentes não se reprimem, porque nós vamos nos reprimir?  -  Esta palavra tem a função de desafiá-lo a ir além do seu intelecto e “subir” até o seu espiritual. Assim se cumprirá como está escrito: “As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam”. - 1ª. Coríntios 2.9 - NÃO SE REPRIMA!