segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A ESCADA DE JACÓ - 4 passos para vitória!

Abra sua bíblia no livro do Gênesis, escrito pelo profeta Moisés, através da revelação divina do Espírito Santo de Deus. O texto que irá nos acompanhar nesta pregação foi escrito a aproximadamente 3.770 (2013) anos e desde então vem impactando multidões através da mensagem contida neste pequeno trecho. Por favor, vá até o capítulo 28 onde leremos dos versículos 10 até o 16. O texto diz: 10 Jacó partiu de Berseba e foi para Harã. 11 Chegando a determinado lugar, parou para pernoitar, porque o sol já havia posto. Tomando uma das pedras dali, usou-a como travesseiro e deitou-se. 12 E teve um sonho no qual viu uma escada apoiada na terra; o seu topo alcançava os céus, e os anjos de Deus subiam e desciam por ela. 13 Ao lado dele estava o Senhor, que lhe disse: “Eu sou o Senhor, o Deus de seu pai Abraão e o Deus de Isaque. Darei a você a seus descendentes a terra na qual você está deitado. 14 Seus descendentes serão como o pó da terra, e se espalharão para o Oeste e para o Leste, e para o Norte e para o Sul. Todos os povos serão abençoados por meio de você e da sua descendência. 15 Estou com você e cuidarei de você, aonde quer que vá; e eu o trarei de volta a esta terra. Não o deixarei enquanto não fizer o que prometi”. 16 Quando Jacó acordou do sono, disse: “Sem dúvida o Senhor está neste lugar, mas eu não sabia!”. 
Este texto nos leva a um momento muito complicado na vida de Jacó. Seu irmão Esaú está furioso com Jacó pelo fato deste ter-lhe tomado a benção de direito, com apoio de sua mãe Rebeca. Naquele momento Jacó estava fugindo para não morrer, pois de certo se seu irmão Esaú o encontrasse iria tirar sua vida.
Quantas vezes nossas decisões nos colocam na mesma condição de Jacó? Queremos fugir dos problemas, fugir das dificuldades, das lembranças amargas e tantas outras situações que podem nos levar à morte. Difícil não haver entre nós alguém cujo coração já não tenha tido o mesmo desejo: sumir do mapa! Há pessoas que não sobrevivem se não tirarem férias ao menos duas vezes por ano. Outras não sobrevivem se não puderem ir a um lugar de refugio, mesmo implicando em custos não suportados naquele momento, enfim: Todos nós em determinados momentos da nossa vida passamos pela mesma situação de Jacó, queremos fugir!
Deus porém tinha um propósito diferente na vida de Jacó. Não era o desejo de Deus ver Jacó amedrontado, triste e desiludido com aquela situação. Eu quero começar esta palavra dizendo o mesmo: Não é o desejo de Deus ver você triste, desiludido ou temeroso. Deus tem propósitos grandes na sua vida e eles vão se cumprir! Este texto em Gênesis 28 possui uma série de códigos especiais para quem busca compreender a palavra de Deus de uma forma profunda e deseja utilizá-la como fonte de bênçãos e livramentos para a sua vida e a vida de sua família. 
Talvez, neste momento, você esteja perguntando: Como? Como enfrentar estas situações que se levantam no dia a dia, como vencer a barreira do desânimo e até mesmo do medo? Como fazer dos seus impedimentos uma ferramenta para nos direcionar para a vitória? A visão de Jacó foi uma escada com 4 degraus visíveis aos olhos do homem significando 4 passos que o homem deve dar em direção a vitória. Estes 4 passos abrangem diversos setores da vida humana dependendo da maneira e da área onde é preciso crescer. O que pregaremos a partir de agora é uma visão desta escada no sentido de dar a você todos os instrumentos para vencer as suas barreiras.


O primeiro passo: 
Saia do “olho do furacão”!

A palavra nos informa que Jacó “saiu” de Berseba e foi para Harã. O versículo tem uma linha apenas, mas estamos falando de uma distância aproximada de 700km entre uma cidade e outra. Hoje nós andamos esta distância muito rápido de carro ou de avião, porém naquela época, com carros de bois e mulas, não se andava a mais do que 4kms por hora. Com todas as paradas necessárias tranquilamente falamos de um percurso de 1 mês. Acredito sinceramente que um mês é tempo suficiente para desintoxicar o corpo e o cérebro. Enquanto você não sair de perto do problema o problema não vai sair de você.
Outro fator pouco percebido é que Berseba estava locali­za­da na Mesopotâmia. Para nossa informação a palavra deriva do prefixo “meso = meio” e do sufixo “pótamos = rios”, numa tradução li­vre poderíamos dizer “terra entre dois rios”, neste caso o Tigre e o Eufrates. Isto por si só apresenta Berseba como uma terra próspera, fértil e rica em água. Por outro lado Harã ou Padã-Harã, estava situada imagine onde? Os espirituais certamente acertaram: No 'deserto' do Negev. E os espirituais certamente já compreenderam. Sair do problema vai exigir um tempo de deserto na sua vida, mas não tenha medo do deserto porque é exatamente neste lugar onde Deus sempre nos dá vitórias grandiosas!


O segundo passo: 
Medite no meio do seu problema”.

O texto bíblico nos diz que Jacó “chegando a determinado lugar, parou para pernoitar, porque o sol já havia se posto”. Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo ser humano na hora da adversidade é parar para descansar. Uma pessoa com problemas, em geral, gera um grande volume de expectativa e por causa disto se obriga a trabalhar exaustivamente sem pausas para descanso. Isto significa não almoçar, não jantar, e claro! Não dormir. Você pode achar perda de tempo dormir na hora da dificuldade, porém sem este tempo de descanso  o corpo e o cérebro não se recuperam das agressões sofridas ao longo do dia. Em outras palavras quando não se dorme ou dorme-se mal haverá ainda mais dificuldades para vencer seus problemas pois corpo e mente não estarão em ordem. O apóstolo João descreve no seu capítulo 11, versículo 9 o seguinte: Não há doze horas no dia? Se alguém andar de Dia não tropeça pois vê a luz deste mundo. 10 é quando anda de noite que tropeça pois não há luz. Seus problemas estão difíceis, sua vida não está fácil, dê um tempo para você mesmo, descanse no Senhor. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e Ele tudo fará!
O texto continua dizendo: ... “tomando uma das pedras dali, usou-a como travesseiro e deitou-se”. Este texto possui uma mensagem importante para nós. Jacó poderia ter deitado sua cabeça em qualquer outra coisa, poderia ter procurado plantas secas, usado peles de animais, até mesmo seu próprio alforge poderia ter sido utilizado como travesseiro. O Eterno porém o instruiu de uma forma diferente: Tomar uma pedra como travesseiro. Esta pedra representava para Jacó a dureza da situação pela qual estava passando e dormir sobre ela foi a forma encontrada por Deus para Jacó “meditar nos seus problemas”. Muitas pessoas querem simplesmente esque­cer os seus problemas, de preferência deixá-los longe dos seus pensamentos. Preste atenção, estar fisicamente longe do problema é bom, mas psicologicamente e espiritualmente você precisa meditar e guerrear para poder vencê-los. Neste caso o Senhor estimula Jacó a pegar o símbolo dos seus problemas, uma grande “pedra”, um empecilho, um peso, uma carga difícil de carregar e literalmente colocar a sua cabeça sobre ela ou seja, aproximar os seus pensamentos dos problemas para receber estratégias e resolvê-los. Deus está falando com você! Não fuja dos seus problemas medite neles e o Senhor vai lhe dar estratégias grandiosas para vencê-los.

O terceiro passo: 
Receba a instrução de Deus”.

O versículo 12 diz: “E teve um Sonho...”. Muitas pessoas me procuram perguntando o significado dos seus sonhos. A minha resposta é sempre a mesma: Alguns dos nossos sonhos têm significados, outros simplesmente... não! Todos nós sonhamos, e sonhamos muito mais do que percebemos. Em geral temos vários sonhos durante a noite. Os sonhos são uma forma de reorganização da nossa estrutura sensorial e psicoló­gica. Por incrível que pareça até os nossos hormônios são esta­bi­li­zados por intermédio dos sonhos. Quando conseguimos descansar em meio aos nossos problemas também conseguimos dar esta oportunidade ao organismo para ele se auto-organizar. Até aqui estamos falando de uma função natural do sonho, porém para nós cristãos, o sonho é também uma porta. Quando falamos em sonhos naturais estes acontecem na fase REM do sono. Esta fase basicamente classifica o período quando estamos dormindo, porém com alguns sentimentos em estado de alerta. Logo depois do sono REM chegamos ao NREM. Este sim é um sono profundo, que de certa forma desliga o corpo do indivíduo colocando-o em um estado de semimorte. Este estado nos coloca muito próximos do mundo espiritual, de uma maneira muito mais tranquila do que quando estamos acordados. Durante o período de sono profundo (NREM) Deus trabalha reorganizando as nossas estruturas espirituais tal e qual como acontece na fase mais leve do nosso corpo em referência aos sonhos equilibrando  o nosso organismo. Evidentemente Deus fala conosco o tempo todo de forma abundante e inclusive quando estamos bem acordados, porém o estímulo em geral é reverso. Enquanto nós procuramos falar com Deus acordados, Deus de forma liberal trabalha sobre nós ao dormirmos. Aprenda com isto: Pessoas que não dormem bem perdem esta possibilidade. Dormir ouvindo rádio, com televisão ligada, fora de hora ou em lugares barulhentos impede este padrão “espiritual” de sono.  O cristão é um ser espiritual diferente. Os sonhos de nível semi consciente são apenas uma estratégia corpórea den­tro da nossa própria programação cognitiva para reorgani­zar as nossas estruturas físicas e psicológicas, porém Deus fala conos­co em outro nível e este nível só é atingido pelos espiri­tuais. Então vamos lá: Preocupação excessiva não é de Deus, tristeza excessiva não é de Deus, ansiedade em excesso também não. Todas estas coisas bloqueiam a sua capacidade de ter esta porta aberta para receber de Deus a instrução necessária para conduzir a sua vida espiritual. Se você tem passado sempre por estes sintomas é preciso orar a Deus e pedir uma solução.
Deus tinha um pacto com Jacó, pois havia uma benção especial sobre a vida dele e o Senhor de certo cumpriria o estabelecido. Deus tinha um ligação com Jacó. Deus tem uma ligação com você. Você é um escolhido(a) do Senhor e nada pode mudar esta história a não ser você mesmo.
Para os escolhidos Deus mostra coisas impossíveis de serem vistas por pessoas naturais. Perceba isto: Em pleno deserto do Negev, com uma pedra por travesseiro, longe da família e dos amigos, e correndo da morte o Eterno Deus mostra a Jacó uma visão até então jamais recebida por nenhum outro homem. Deus não se esquece dos seus filhos em meio a sua tribulação. Deus vai lhe dar visões hoje! Deus vai lhe mostrar caminhos especiais para direções as quais você nem sequer imaginou. Descanse no Senhor e receba a visão vinda direta do reino para solucionar todos os seus problemas e dificuldades.
O versículo 12 do Gênesis continua nos agraciando com uma poderosa mensagem: ... “Eis que uma escada estava posta na terra, cujo topo chegava ao céu; e os anjos de Deus subiam e desciam por ela”. De todas as visões encontradas na palavra de Deus por intermédio dos seus profetas até aquele momento, esta talvez seja uma das mais enigmáticas. No sono profundo de Jacó, Deus vai até ele e lhe mostra de forma gloriosa “a porta do céu”. A princípio pode parecer simples mas nem tanto. Conforme o texto tratava-se de uma escada “posta” na terra, ou seja muito bem fixada. O fato desta escada estar firmemente fixada na terra significa “compromisso” entre Deus e a terra, ou entre Deus e a sua criação. Deus tinha um grande compromisso com Jacó firmemente estabelecido com Ele. Deus tem um compromisso firme estabelecido com você tal e qual ele tinha com Jacó. Durante o sono profundo no qual Jacó estava Deus começou a renovar o seu compromisso com ele através de lembranças. Em outras palavras Deus estava reorganizando os sentimentos, o estado psicológico e espiritual de Jacó. Descanse no Senhor hoje e Deus vai renovar compromissos com você. Jacó no meio da sua preocupação poderia ter se esquecido do compromisso do Senhor com ele, e é normal em um tempo de tribulação nos acharmos excluídos ou abandonados. Agora veja a palavras de Deus para Jacó. PRIMEIRO – Jacó! Eu sou o Deus de seu pai Abrão e de Isaque. Em outras palavras: Jacó quem está falando não é qualquer um, Eu sou o Deus de Abraão e não o Deus dos Egípcios, eu sou o Deus de Isaque e não o Deus dos Edonitas (descendentes de Esaú). Você sabe como Eu abençoei a vida deles então acredite nas bençãos que posso trazer até você. SEGUNDO – Jacó! Seus descendentes serão como pó da Terra e se espalharão para o Oeste e para o Leste, para o Norte e para o Sul. Todos os povos da terra serão abençoados por você e por sua descendência. O que o Eterno estava dizendo: Jacó! Você está pensando que acabou? De forma alguma, nós estamos começando agora! Você terá muitos filhos e eles serão fontes de bênçãos nos quatro cantos da terra. Através deles grandes coisas vão acontecer! E não foi a toa que Jacó se tornou pai das 12 tribos de Israel: Ruben, Simeão, Levi, Judá, Dã, Naftali, Aser, Issacar, Zebulom, José e Benjamim. Quando você pensa estar no final da carreira, Deus só está começando o bom combate na sua vida! TERCEIRO – Estou com você e cuidarei de você onde quer que vá e eu o trarei de volta a esta terra. Onde você estiver Deus estará cuidando de você. Se você está no monte, Deus olha por você, se está na caverna Deus olha por você! – QUARTO – Não o deixarei enquanto não fizer o que prometi. O Eterno Deus não brinca com seus escolhidos. Se Ele te prometeu uma vitória vai se cumprir na sua vida. Creia no poder de Deus, creia na sua vitória. Porque ela vai chegar na sua vida muito antes do que você imagina.
Ainda segundo o texto o “topo” desta escada tocava nos céus. Veja que o texto diz “nos céus” e não “no céu”. Isto significa que a escada não parava no primeiro nível, ela subia até o nível principal. Parece simples mas não é! Muitas pessoas quando passam por dificuldades procuram soluções de diversas maneiras diferen­tes. Uns preferem acreditar apenas em anjos, mesmo sendo eles apenas nossos servos, outros acreditam em “deuses”, mesmo sabendo que temos para nós o Deus verdadeiro, enfim. O que Deus estava falando com a escada era: Jacó a solução está em Mim, a solução sou Eu! Não adianta tentar outra coisa. Através do meu poder você será livre e por nenhuma outra maneira.
O texto também diz que anjos do Senhor “subiam e desciam por ela”. Atentando para o texto ele diz primeiro “subir” e só depois “descer”. Novamente Deus estava falando com Jacó. Estes anjos subindo eram seres alados, postos na terra para defender o povo de Deus. Ao subir, eles estavam levando todo o sofrimento existente na terra. Você não deve compreender esta escada como uma fantasia. Deus estava mostrando algo real para Jacó, aqueles anjos vistos por Jacó estavam levando embora as suas preocupações, as suas ansiedades, os seus medos, as suas dúvidas. Efésios 4.9 diz: ... “Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro e deu dons aos homens”, enfim. Se você entrou aqui preocupado com os seus problemas, com a suas dívidas, descanse no Senhor. Neste momento operários do Senhor estão neste lugar levando consigo as suas preocupa­ções, os seus medos e a suas dúvidas. Não temas, descanse no Senhor porque Ele está com você! Na continuação da visão dada a Jacó Deus também mostrou a ele “anjos descendo”. Conforme o entendimento dos sábios, os anjos ao descerem voltavam de uma forma diferente de quando subiam. Isto se torna claro ao pensarmos na impossibilidade de ter contato com Deus sem ser renovado. Ninguém passa por este processo de contato com os céus, sem passar por um processo de renovação completa. O processo para subir esta escada de acesso ao céu não era simples. Para subir era necessário vencer desafios grandes. Os quatro degraus apresentados nesta escada não eram todos do mesmo tamanho ou altura. O primeiro era mais alto do que o segundo e assim sucessivamente tornando o início do trabalho muito difícil. Isto mostra que resolver problemas não é fácil, e em geral demanda muito tempo. Por outro lado estes seres angelicais iniciavam a sua escalada na forma antropomórfica, ou seja, forma humana, e iam se tornan­do alados ao longo do percurso. Em tudo isto, mesmo para eles seria impossível vencer o primeiro degrau se não fosse por uma palavra: Misericórdia! Para subir, somente assim: Pedindo misericórdia e recebendo misericórdia de Deus até atingirem o nível mais alto onde entravam na presença de Deus para entregar as nossas angústias e as nossas transgressões.
Na volta a situação era totalmente contrária. Ao entrarem na presença de Deus os próprios anjos eram renovados e a palavra de antes, misericórdia, se transformava em glória... glória e glória! E desta forma eles voltavam reenergizados, cheios de glória numa velocidade milhares de vezes superior a sua subida. Neste sentido Deus estava mostrando que depois de passar pelas provações o fluxo de bênçãos aconteceria num volume muito maior do que os problemas. Descanse no Senhor e você vai receber bênçãos muito superiores aos seus problemas! Isto significa “novidade de vida” e “vida renovada”. Ao mesmo tempo que seus problemas estão sendo levados a Deus, o Senhor está derramando sobre você poder, unção e capacidade em um volume muito maior para resolvê-los.  

O quarto passo: 
Aprenda a ver Deus na dificuldade”.

O versículo 16 revela-nos o quarto e último passo da esca­da de Jacó. Conforme lemos está escrito: “Despertando Jacó do seu sono...”. Este despertar não  se refere a acordar de um sono comum apenas. Depois de receber a visão e a instrução Deus imediatamente “desperta” os olhos e os ouvidos espirituais de Jacó. Não adianta achar que os seus problemas vão se resolver apenas dormindo, também é preciso despertar, e despertar de forma espiritual para ver além da capacidade dos incrédulos. Efésios 5.14 diz: ... “Desperta, ó tudo que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará, 15 portanto vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios. No meio da sua dificuldade é preciso acordar para as coisas espirituais. Não desanime, não durma no ponto. Acorde e veja! O poder de Deus é milhões de vezes superior ao poder do inimigo.
Ao acordar do sono Jacó diz algo tremendo: “Sem dúvida, Deus está neste lugar, mas eu não sabia”. Você lembra onde Jacó estava? Sim! No deserto. Você lembra o que Jacó estava fazendo? Sim! Fugindo da morte! Você lembra como Jacó estava? Sim! Amedrontado, preocupado e ansioso, mas mesmo assim o Senhor estava com ele o tempo todo! Ele apenas não tinha percebido isto antes.  Deus sempre está com você no meio das suas adversidades. Acorde agora! É Hora de clamar ao Senhor e operar através da revelação da sua palavra.
Jacó poderia ter se esquecido da benção de Seu pai sobre Ele, mas Deus jamais se esquece da benção derramada sobre você. Nós descendemos de Jacó, e a promessa lançada sobre ele também está sobre nós.

Quatro degraus, quatro bênçãos sobre a sua vida! Primeiro – Genesis 27.28 – Que Deus lhe conceda do céu o orvalho e da terra a riqueza... Segundo  – Que as nações  o sirvam e os povos se curvem diante de você... Terceiro – Malditos sejam os que te amaldiçoarem. Quatro -  e benditos sejam os que te abençoarem!

Louve a Deus nesta noite pois Ele está te acordando para uma nova vida! Suba os degraus da vitória e receba bênçãos incontáveis!
       
pr. altamir de souza
Na Visão de Multidões!
Shalom Aleichem, Aleichem Shalom
*A paz seja convosco, convosco esteja a paz

Todos os nossos textos são liberados para estudos, pregações em pequenos grupos ou igrejas. A publicação dos textos entretanto só deverá ser feita mediante a autorização por escrito do autor.
Postar um comentário