sexta-feira, 5 de abril de 2013

Você colhe o que planta

Você por acaso já viu alguém plantar chuchu e colher jiló, ou plantar laranja e colher maçã? Impossível não é mesmo.  O próprio Deus nos deu este entendimento ao condenar a mistura de sementes e espécies em Levíticos. 
A realidade é que nós colhemos exatamente a semente que plantamos. 

Assim como um agricultor planta milho, esperando colher milho, nós plantamos diversas outras esperanças esperando receber aquilo que plantamos.

Antes de continuar você precisa compreender que quando falamos em plantar, não falamos apenas em aspectos físicos e sim todos os aspectos. Somos trinos por natureza: Corpo, alma e espírito e como tal, plantamos em todos estes níveis e colhemos evidentemente nos três níveis. Desta forma você precisa estar atento ao tipo de “semente” a ser plantado, para não colher algo prejudicial à sua natureza, humana, sentimental ou espiritual, em tempo: Corpo, alma e espírito.

O livro sagrado de Gálatas, no capítulo 6, e versículos 6 a 10 diz: O que está sendo instruído na palavra, partilhe todas as coisas boas com aquele que o instrui. 7 Não se deixem enganar: De Deus não se zomba, pois o que o homem semear, isso também colherá. 8 Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna. 9 E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos. 10 Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé.

O texto nos traz uma advertência: ...de Deus não se zomba, em outras palavras, é preciso levar a sério os propósitos que você estabeleceu diante de Deus. E “normal” atualmente o cristão assumir propósitos que não cumpre, na sua totalidade com  Deus. Uma campanha que não vai até o final, um propósito cumprido até a metade, uma oração terminada antes do momento exigido por Deus, enfim, tantas outras coisas não cumpridas e que geram problemas na geração (ou germinação) dos nossos sonhos. Lembre-se: Colhemos o que plantamos e se você não planta seriedade não colherá resultados perfeitos das suas orações.

Plante de forma abrangente
Outro fator importante é avaliar em qual área da sua vida você está plantando. Conforme você já aprendeu, somos trinos: Corpo, alma e espírito e as nossas “sementes” precisam gerar frutos “trinos”. Uma das grandes dificuldades do cristão é achar que deve plantar apenas em determinada área da sua vida. Com isso muitos oram incessantemente para obter crescimento espiritual, mas esquecem de pedir equilíbrio emocional, outros oram por equilíbrio emocional, mas esquecem de pedir pelo equilíbrio financeiro, enfim: Tudo o que você plantar, vai colher e quero ousar dizendo – “Somente o que você plantar vai colher”, então, ore por todas as áreas da sua vida para ter equilíbrio em todas elas.

Cuidado com que planta
Nem sempre plantamos coisas boas. Todos os dias passamos por situações diversas, estamos expostos a diversos tipos de imagens, sons e situações capazes de manipular o nosso subconsciente. Muitas vezes um sentimento quase imperceptível implantado no seu coração pode gerar uma semente capaz de amaldiçoar a sua vida e de outras pessoas e o texto de Gálatas é claro: “Quem semeia para a carne, colherá destruição”, então cuidado com o seus pensamentos, pois eles são a terra fértil capaz de fazer brotar coisas boas e más. O princípio é bem simples, plantou benção, palavras de edificação, felicidade e fé, tenha certeza de que a sua colheita será repleta destas coisas, e logicamente na atitude contrária o princípio será o mesmo.

Não desista
O versículo 9 diz: Não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos. Muitas pessoas dizem: Estou cansado de orar por tal situação, por tal pessoa, por tal ministério, mas a palavra é muito clara – “Não nos cansemos...”. Nem sempre suas orações vão ser respondidas imediatamente. Dependendo do tipo de “semente” plantada ela poderá demorar muitos anos até germinar e florescer, então, não desanime! Permaneça firme no seu propósito pois no tempo próprio você certamente vai colher os melhores frutos. Não foi Deus quem criou o desânimo, e este sentimento não faz parte dos seus propósitos, por isto levante-se, lute pelos seus propósitos, comece a abençoar aqueles que têm lutado contra você, agradecer pelos que tem abençoado a sua vida, e lutar pelas suas convicções santas diante de Deus.

Tenho certeza que seguindo estes passos você terá uma vida diferente, onde tudo o que você plantou vai gerar frutos especiais, doces, suculentos e cheios de propriedades capazes de prolongar os seus dias, e trazer grandes felicidades a você e sua família.

pr. altamir de souza
Na Visão de Multidões!
Shalom Aleichem, Aleichem Shalom
A paz seja convosco, convosco esteja a paz
Todos os nossos textos são liberados para estudos, pregações em pequenos grupos ou igrejas. A publicação dos textos entretanto só deverá ser feita mediante a autorização por escrito do autor.
(Se este texto edificou a sua vida, deixe seu comentário e divulgue o nosso blog)
Postar um comentário