quarta-feira, 20 de março de 2013

O movimento LGBT e as suas consequências.

Geralmente utilizo este espaço para falar a respeito da palavra de Deus, porém, em determinados momentos acho que pastores devem tomar uma posição em relação a assuntos tão controversos como o movimento LGBT.

Eu entendo que vivemos em um País que preza pela liberdade do seu povo, em termos. Eu entendo que vivemos em um País que preza pela sua liberdade religiosa, em termos. Mas o que eu não consigo compreender é porque tentar massificar a idéia de que um movimento que desvirtua a posição familiar estabelecida desde que o homem se conhece como homem. Também não entendo, porque este desejo tão intenso, este esforço da indústria midiática em mostrar ao povo brasileiro, em especial aos jovens, que ser gay é alto tão natural. Ora! Pelo que sei, Deus criou homem, e criou mulher. Se você está lendo este texto e por algum motivo não acredita em Deus, também vai concordar comigo só há masculino e feminino. Então tudo o que se desvirtua disto, no final das contas surge a partir de uma deformação no processo de formação psicológica, espiritual e cultural. 


Os pastores no Brasil, ecoam pelas suas igrejas as mesmas frases: "Nós não odiamos os gays", nós só não concordamos com a sua forma de viver pois ela vai contra o nosso entendimento religioso, e este é um padrão ideológico garantido pela própria constituição, de forma que não há motivos para tantas críticas ao povo evangélico. 


Recentemente um amigo advogado, coreano de nascença, erradicado no Brasil, enfim, brasileiro por opção, conforme ele mesmo costuma dizer passou pelo constrangimento de ter uma desejada adoção negada em virtude de "diferenças culturais".  Veja que interessante: Um casal de descendência coreana, não pode adotar uma criança em virtude de "diferenças culturais", ou seja, há um entendimento de que a criança a ser adotada poderá sofrer com isso. Agora me digam uma coisa: Como uma criança vai entender ser adotado por dois pais? Ou por duas mães? Ou será que um é pai e outro é mãe, tendo ambos a mesma estrutura sexual? Quem vai amamentar esta criança? Pensem amigos leitores! Onde há mais dificuldade?


O fato, e precisamos deixar isto muito claro, é que alguns poderes constituídos temem o crescimento do povo evangélico e sabem que a melhor forma de desestruturar o movimento evangélico e desvirtuar juridicamente a sua condição representativa dentro da sua própria estrutura religiosa e também na política, economia etc. É por isso, caros leitores, que um pastor para ser pastor em tempo integral, precisa pedir esmolas pois o simples fato de ter uma prebenda para exercer sua função o classifica como ladrão. É por isso, caros leitores, que um pastor que alça voo na política mesmo sem cometer falhas é classificado em conjunto com outros, como se fosse ladrão. É por isso, caros leitores, que quando um pastor erra de fato, se desviando dos seus princípios, sua história é divulgada em todos os canais de TV, enquanto milhares de crimes, acontecem e nem sequer são noticiados. É por isso, também, caros leitores que quando um pastor, dedicado à sua função religiosa, é assassinado,  por dois jovens meliantes, menores de idade, como foi o caso do pastor Newton Reyde, 45 anos, casado, e pai de três filhas, em Ribeirão Preto, não se dá a mínima na mídia nacional, pois se assim o fizerem o evangelho será fortalecido e juntamente com isto os nossos representantes. 


Acho que já passou da hora do povo evangélico se movimentar, atuar em prol da sua causa. Queridos Deus foi claro com Josué, quado lhe disse: "Agora levante e conduza o meu povo...". Pois eu lhes digo que agora é o momento de levantar e conduzir a bandeira do evangelho com coragem, com fé. Essa PL 122, nada mais é do que uma amarração do diabo na vida de todos os cristãos e não pode ser aprovada. Tenha coragem! Jesus teve coragem por nós e nos comissionou no mesmo padrão. Você pode fazer a diferença e o povo evangélico conta com você cristão para somar e atuar. 


Eu não quero saber se o Deputado Marcos Feliciano está certo ou errado em todas as suas atitudes, pois não me cabe julgar, isto é algo que eu Deixo para Deus, mas eu sei é que por trás desta ladainha toda há coisas das quais não percebemos ou não querem que a gente perceba. Enquanto se faz circo com o povo evangélico na pessoa do pastor Marcos Feliciano, tem muitas outras coisas sendo aprovadas sem a nossa percepção.


Seja vigilante meu irmão. Neemias construia com uma mão e guerreava com a outra. Vamos mudar esta geração e fazer deste Brasil um País democrático de fato!


Pr. Altamir de Souza - Cidadão Brasileiro.