segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

O PRÓSPERO QUE NÃO PERDE A SANTIDADE




LEITURA BÍBLICA - 1ª João 2.15-17 - Não se deve amar o mundo. 15 Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16 Pois tudo o que á no mundo – a cobiça da canre, a cobiça dos olhos e a ostentação dosbens – não provém do Pai, mas do mundo. 17 O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

No início do meu ministério trabalhei bastante com reestruturação financeira para casais e empresários. Talvez Deus tenha me dado esta oportunidade exatamente para corrigir algumas atitudes que eu mesmo precisasse reorganizar na minha vida financeira e espiritual. Alguns anos ministrando sempre a respeito do mesmo assunto e cheguei a algumas conclusões. A primeira é que o tema finanças ainda é a principal fonte de problemas na vida dos casais cristãos. Sim! Cristãos, não pense você que estamos livres deste problema. O próprio Deus, nos dá uma pista desta abrangência do inimigo na área financeira ao tornar o tema “finanças”, “dinheiro”, e outros interligados, o segundo assunto mais falado na bíblia. A bíblia possui 2.352 versículos que falam sobre dinheiro! Seria estranho, se o próprio Deus também não soubesse antes dos grandes problemas envolvidos nesta área da nossa vida. Quantos casais já atendemos, à beira da separação, por causa de incompatibilidade financeira. Poderíamos falar de muitas outras incompatibilidades capazes de gerar distanciamento na vida de um casal, porém acredito que esta entre todas é a mais nefasta.

Outro fator interligado às finanças e que fomenta o problema é o orgulho. O homem nem sempre quer compreender as necessidades da sua mulher por se achar o “dono” da situação em relação às finanças e a mulher nem sempre está disposta a compreender determinadas dificuldades ou limitações relacionadas às finanças do casal, situação esta, muitas vezes encontrada invertida entre homens e mulheres. Se você deseja ter uma vida financeira saudável diante de Deus, não se deixe dominar pelo orgulho.  Você precisa definitivamente saber quem é e tratar de ser quem realmente é. Isto implica em assumir a posição na qual o Senhor lhe permitiu estar até o momento, tendo plena consciência disto e se tornando grato por tudo, também, é necessário agirmos de acordo com o que somos. Quantas pessoas conhecemos endividadas por viverem um padrão superior ao que estão capacitados. São inúmeras prestações para pagar o carro, os móveis, até mesmo a cirurgia plástica..., enfim. O autor do versículo em destaque entendeu essa verdade existencial aplicada por Deus às nossas vidas, aprendeu a viver das bênçãos que Deus lhe entregava e a viver na medida da sua capacidade, sem dar “passos maiores do que as pernas”. Isto não significa que você não deva, melhorar, vencer obstáculos, alcançar objetivos, conquistar vitórias ao longo da vida. Deus deseja que você cresça espiritual e emocionalmente, financeiramente e socialmente. Você foi escolhido para fazer a diferença! Deus deseja que você alcance a condição em que o seu santo nome seja exaltado. Entretanto, o que Deus não deseja é que o seu crescimento seja forjado por recursos contrários à sua Palavra. Você não é obrigado a alcançar conquistas insanas, construir fortunas desnecessárias, nem bater recordes demasiados. Isto só traz contendas para sua casa e esfriamento espiritual. Experimente lutar por seus objetivos, mas sem se tornar escravo de uma desastrosa e amarga “corrida do ouro”, em que tudo gira apenas em torno de você mesmo. Delegue um pouco, talvez o seu (ou sua...) cônjuge possa ser uma coluna na qual possa encontrar um apoio jamais imaginado. Abrir mão do seu “eu” interior e aprender a ouvir o conselho sábio, o apoio amoroso dotado de inteligência espiritual denota humildade e Deus abençoa o ser humano humilde porque este sabe preservar o que realmente tem valor. O humilde preserva os bens mais valiosos da humanidade. “Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse – Nunca o deixarei, numa abandonarei” (Hb 13.5). Veja! Há uma promessa de Deus para sua vida, onde em qualquer situação ele se propõe a estar com você. Hora, se isto se confirmar na sua vida, nenhuma situação material poderá abalar as suas estruturas espirituais, (leia o estudo, os 7 ventos na vida de Jó)

Humildade não significa pobreza, pois até um homem rico pode ser humilde – e da mesma forma um homem pobre pode ser orgulhoso. A humildade está relacionada ao que somos e não ao que temos. Feliz é o humilde, pois sabe exatamente onde encontrar a paz, pois como bem disse Agostinho de Hipona: “O orgulho não é grandeza, é inchaço. O inchaço é grande, mas não é saudável”.

Pr. Altamir de Souza. Nele, por Ele, para Ele.