terça-feira, 11 de setembro de 2012

Você consegue controlar o seu temperamento?


Quem nunca sofreu por causa de alguma das suas características temperamentais. Uns mais exaltados, outros nem tanto, enfim. Aprender sobre isto dará a você a possibilidade de enfrentar melhor algumas barreiras pelas quais passamos conosco e com os outros. Neste estudo não pretendemos ser demasiadamente profundos, e sim oferecer a você informação suficiente para ajudar no seu dia a dia e no trato com pessoas através do conhecimento em torno da psicologia simplificada e da palavra de Deus aplicada ao tema.



4 tipos de temperamentos específicos os quais você precisa saber: O PRIMEIRO e mais conhecido entre os eles é o Sangüíneo – Pessoas com esta características são eufóricas, alegres, animadas e cordiais, porém em geral são tumultuosas, desorganizadas, não gostam de ler e costumam deixar tudo para depois. Em SEGUNDO o temperamento Colérico – Pessoas que tomam decisões, gostam de organizar e resolver problemas, são extrovertidas e não desistem dos seus projetos, porém são insensíveis, ficam iradas muito facilmente e tem dificuldade em sentir (perceber) as coisas à sua volta.  Já o TERCEIRO temperamento, o Fleumático, tem excelente  humor, não perde a calma, faz tudo do jeito mais fácil, tem imaginação fértil e geralmente é um bom conselheiro, porém é medroso, preguiçoso, não faz nada novo e só trabalha sob pressão além de possuir  dificuldade em permanecer no trabalho, e por último (QUARTO) o Melancólico – Estas são pessoas sensíveis, com mente criativa, perfeccionistas, tímidas, muito fiéis e cumpridoras dos seus deveres, porém é também são egoístas, possuem tendências à depressão, ficam angustiadas, e ofendem-se facilmente e são indecisas. Uma outra dificuldade do melancólico é ver defeitos em tudo o que está à sua volta, daí a característica perfeccionista.

E agora? Como seria o seu temperamento?
Você é eufórico, desorganizado, decidido, irado, bem humorado, medroso, sensível, indeciso?

Leia o que diz a palavra de Deus em 1ª. Coríntios 12:7 - A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum. Aproveite e medite um pouco antes de continuar a leitura.

Uma das grandes dificuldades do homem é compreender o porquê e como as pessoas reagem de maneiras tão diferentes ao mesmo problema. Pais tem dificuldade em entender os seus filhos, da mesma forma que eles têm em compreender os pais. Esta variedade de sentimentos e comportamentos costuma gerar dificuldades de relacionamento e consequentes problemas no trabalho, na escola, na família e até mesmo na igreja.

Agora que você já aprendeu sobre qualidade e defeitos de cada um dos temperamentos inclusive o seu, pois de certo você deve ter se identificado com algum deles, pense um pouco sobre qual seria maior dificuldade que o seu temperamento traz no seu dia-a-dia? - É muito importante notar que cada um de nós possui particularidades em nosso temperamento e isto não significa necessariamente um defeito ou qualidade. O temperamento sob controle, qualquer que seja ele, deve ser encarado como uma característica e não um defeito.
Não podemos comparar temperamento (O temperamento você adquire na convivência com familiares, amigos e herda parte dele geneticamente) com caráter, (são qualidades adquiridas ao longo tempo dadas as conclusões tomadas por nós mesmos em concordância ou discordância em relação a determinados assuntos) pois são diferentes um do outro. Também é importante saber que nenhum temperamento foi criado por satanás, e Deus usa o seu temperamento para produzir frutos e obras diferentes dentro do corpo de Cristo. É exatamente a diferença de temperamentos que nos torna seres inigualáveis. Diferente de Deus que é proprietário da criação, inclusive dos temperamentos, encontramos satanas, tentando interferir nestas características, desvirtuando-as e tornando-as prejudiciais ao homem e ao corpo de Cristo. 
Bem, agora que você já aprendeu sobre temperamentos qual deles seria o melhor? A resposta é simples: Mesmo com as fraquezas relativas ao temperamento de cada um, Deus nos proporcionou uma arma eficaz para superá-las e o seu nome é: Espírito Santo. Somente a nossa força de vontade não é suficiente para vencer o poder do temperamento que possuímos. Tentar vencer o nosso temperamento através da “força de vontade” é viver com uma máscara que vez ou outra cai, tornando a pessoa infeliz, improdutiva e às vezes até hipócrita - hipocrisia – é o ato de fingir ser aquilo que não é, ou impor aos outros a proibição de uma atitude incorreta que nós mesmos ainda cometemos.
Ser cheio do Espírito é um mandamento. Veja Efésios 5:17-21 - Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor. 18. Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito, 19. falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor, 20. dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. 21. Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo.
Uma pessoa cheia do Espírito é uma pessoa cheia de dons! E estes dons, independente ao temperamento passam a agir pelo corpo de Cristo e em um único Espírito. Acompanhe em 1ª Corintios 12:7-12 - A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum. 8. Pelo Espírito, a um é dada a palavra de sabedoria; a outro, a palavra de conhecimento, pelo mesmo Espírito; 9. a outro, fé, pelo mesmo Espírito; a outro, dons de cura, pelo único Espírito; 10. a outro, poder para operar milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a outro, variedade de línguas; e ainda a outro, interpretação de línguas. 11. Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, conforme quer. 12. Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo. Compreenda! Não é necessário orar para Deus mudar o seu temperamento, mas sim para que Deus assuma o controle sobre ele através do poder do Espírito Santo. Só assim você poderá atingir as suas expectativas espirituais e pessoais. Esta não é uma tarefa das mais simples. Todos nós passamos por um período onde o temperamento luta para assumir o controle do nosso corpo, porém sabemos que "o corpo deseja o que é contrário ao Espirito e o Espírito o que é contrário ao corpo". Também sabemos que necessário dominar o corpo, para poder ter contato com Deus e o exercício do domínio próprio mediante a presença do Espírito Santo é um dos caminhos para recebermos respostas em torno das nossas orações.

Não se deixe dominar, domine! Você foi criado para dominar sobre todas as coisas abaixo de Deus, inclusive o seu temperamento. Uma das estratégias que satanás utiliza é a acusação por intermédio do temperamento. Quantas vezes não vemos pessoas se sentindo culpadas por um momento de descontrole, ou pela falta de ânimo em relação a alguma situação. Levante-se! Controle-se. Deus está no controle da sua vida e vai te fortalecer para controlar o seu temperamento.

Entre vocês há quem está sofrendo? Que ele ore. Há alguém que se sente feliz? Que cante louvores. Tiago 5:13

Nele, por Ele e para Ele!