quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Multiplique suas bençãos

LEITURA BÍBLICA
João15.1-8 – “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. 2 Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda (ou limpa), para que dê mais frutos ainda. 3 Vocês já estão limpos, pela palavra que lhes tenho falado.  4 Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim. 5 Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma. 6 Se alguém não permanecer em mim, será como o ramo que é jogado fora e seca. Tais ramos são apanhados, lançados ao fogo e queimados. 7 Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem , e lhes será concedido. 8 Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos.

Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem , e lhes será concedido.  (Joao 15:7)

N
ão são raros os longos debates entre irmãos em suas casas, nas igrejas e nos dias de hoje também nas redes sociais, tratando a respeito de quais características demonstram aqueles que de fato co-habitam com o Espírito Santo. Discussões à parte, excetuando-se opiniões e evidenciando as comprovações teológicas compreendemos que  indiferente às características pessoais e dons como falar em línguas por exemplo, o “estar cheio” a ponto de “transbordar” e tocar as outras pessoas é uma evidência inegável para a qual todos nós devemos caminhar. Outro fator importante são os frutos gerados a partir dos dons espirituais entregues por Deus a cada um de nós. A maneira como você os utiliza e os resultados obtidos mostram em qual nível está o seu relacionamento com Deus e é exatamente este nível que precisa transbordar.
Escolhemos a passagem bíblica de João 15.1-8 por entendermos ser uma boa base para atingir o padrão de unção esperado por Cristo para transbordar em nós. Em tempo o versículo 2 diz: “Todo ramo que estando em mim não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda (ou limpa) para que dê mais frutos ainda”. Em outras palavras, se você está ligado a Cristo tendo-o aceitado como seu salvador, compreende de alguma forma as suas ordenanças, mesmo levado por algum vento de doutrina ministerial, precisa, vamos reforçar... PRECISA! ser um ganhador de almas. Um ganhador de almas está diretamente ligado a Deus e quando não fazemos isto nos distanciamos dEle. Um fator importante em relação às características é que nós não as perdemos. Veja: Você poderá ser um bom diretor de ministérios, um bom levita, um bom professor de escola bíblica dominical, perdoem-me o atrevimento, mas até mesmo um bom pastor, porém se em todas estas coisas não houver dividendos em forma de almas para Jesus, espiritualmente estamos “cortados”, no banco de reservas talvez, mas não mais do que isto.
Em João 15:5 onde lemos “se alguém permanecer em mim, e Eu nele, esse dará muito fruto, pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma”, encontramos outros importantes ensinamentos. Primeiramente quando Jesus nos diz: “permanecer em Mim” ou seja “Nele”, Ele nos está propondo uma união viva, saudável, onde Jesus é o direcionador de todas as coisas e nós instrumentos nas suas mãos. Estar em Cristo Jesus é estar todo o tempo na condição de dependentes dEle e isto fica mais claro ao lermos 2ª Coríntios 3.5 – Não que possamos reivindicar qualquer coisa com base em nossos próprios méritos, mas nossa capacidade vem de Deus. Desta forma é possível crer que sem Jesus “não podemos fazer coisa alguma”. Não adianta posição cristã, sem atitude cristã!
Amados, muitos cristãos padecem em plena colheita, e isto se dá pela falta de entendimento dos propósitos de Deus sobre a vida do homem. Vemos grandes homens, honestos, tementes, fidedignos, porém infrutíferos e aí se configura o prejuízo cancerígeno do qual muitos não têm consciência. João 15.8 diz: “Meu pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto, e assim serão meus discípulos”. Entenda isto como fonte de vida para o seu ministério: “O Pai é glorificado através da obra de Jesus, e por nós através da multiplicação de discípulos em todos os sentidos. Transborde na presença do Espírito e compreenda: TRANSBORDAR NÃO É DIVIDIR, É  MULTIPLICAR! – É através dos seus frutos que nos tornamos discípulos e isto biblicamente atua em detrimento a todas as outras coisas. Vamos ser mais claros: Construir prédios maravilhosos, organizar grandes eventos, cursos, palestras, encontros... etc., necessariamente não nos torna discípulos eficazes. Querido até mesmo este blog não me faz discípulo, pois nada faço além de dar de graça o que recebi de graça! (ou quase...) – Somente uma vida consagrada no princípio de GANHAR, CONSOLIDAR, EDIFICAR, TREINAR E ENVIAR, pode fazer você um discípulo. Multiplique a benção existente em você! Jamais diga que não é abençoado pois uma dificuldade momentânea não pode corroer o conceito expresso de salvação do Senhor para sua vida. VOCÊ É ABENÇOADO POR DEUS! UM MULTIPLICADOR DE BENÇÃOS E UM GRANDE GANHADOR DE ALMAS! - Nele, por Ele e para Ele!

Uma visão abençoada é uma visão que multiplica. Não retenha com você aquilo que Deus teu feito em sua vida!